Tipo: Dissertação
ESTILO DE VIDA E PRÁTICAS ALIMENTARES DURANTE A PANDEMIA DA COVID-19
Autor(es): JULLYAN SILVA GÓES ESTEVAM DE GODOY
Primeiro orientador: Dra. Raphaela Costa Ferreira Lemos
Resumo: As mudanças impostas por autoridades com o intuito de controlar o vírus SarsCov2 durante a pandemia da Covid-19 pareceu algo drástico, colocando um planeta em alerta contra um microrganismo capaz de mudar a vida de todos. Este estudo teve por objetivo investigar as principais mudanças que houve no estilo de vida e nas práticas alimentares de moradores de um condomínio residencial em Maceió, Alagoas durante a pandemia. Trata-se de um estudo transversal com abordagem quantitativa e com a utilização de quatro questionários autoaplicáveis: “Critério de classificação econômica Brasil”, “Estilo de vida fantástico”, “Sociodemográfico” e “Frequência alimentar” enviados de forma online. O link contendo os questionários foi veiculado pelo aplicativo WhatsApp, quando clicado, o participante era redirecionado ao Googleforms, aplicativo disponibilizado na plataforma Google. Após a finalização da pesquisa, o Googleforms gerou uma tabela no excel contendo as respostas já tabuladas, contribuindo para evidenciar que houve mudanças de hábitos durante a pandemia como redução de práticas de atividades físicas, tornando este grupo de moradores mais sedentários. Em relação à alimentação, as pessoas passaram a se alimentar de forma menos saudável, aumentando o consumo de alimentos industrializados. Destaca-se ainda que o sono dos entrevistados também apresentou alterações, alguns relataram não ter problemas com insônia antes da pandemia, mas passaram a ter durante o isolamento. Faz-se necessário o aprofundamento das pesquisas e estudos que identifiquem as mudanças no estilo de vida das pessoas frente a pandemia da COVID-19, para melhor compreensão desta relação.
Abstract: The Covid-19 pandemic surprised the world and the changes imposed by authorities in order to control the SarsCov2 virus seemed drastic, putting a planet on alert against a microorganism capable of changing everyone’s lives. This study aimed to investigate the main changes that took place in the lifestyle and eating practices of residents of a residential condominium in Maceió, Alagoas during the Covid-19 pandemic. This is a cross-sectional study with a quantitative approach and using four self-administered questionnaires: “Brazil economic classification criteria”, “Fantastic lifestyle”, “Sociodemographic” and “Food frequency” sent online. The link containing the questionnaires was passed on by the WhatsApp application, when clicked, the participant was redirected to Googleforms, an application available on the Google platform. After completing the survey, Googleforms generated a table in excel containing the answers already tabulated, helping to show that there were significant changes in habits during the pandemic, such as a reduction in physical activity practices, making this group of residents more sedentary. In relation to food, people began to eat less healthy, increasing consumption of processed foods. It is also noteworthy that the sleep of the interviewees also showed changes, some reported not having problems with insomnia before the pandemic, but they started to have it during isolation. It is necessary to deepen research and studies that identify changes in people’s lifestyles in the face of the COVID-19 pandemic, for a better understanding of this relationship.
Palavras-chave: COVID-19. Pandemia. Isolamento social. Comportamento alimentar. Comportamento social.
Idioma: POR
País: USA
Sigla da Instituição: AUSJ
Tipo de acesso: Acesso aberto
Programa: Mestrado em Ciências da Saúde
Departamento: Saúde
Telefone da instituição: +1 (321) 244-6484